Campina da Lagoa/PR -  
  Enquetes   O portal   Classificados   Fale Conosco   Guia Comercial  
 
 

  Medicamentos usados para manter pacientes de UTI sedados acabam em quatro dias no Paraná, diz secretário  
  Publicado em 22 de Julho de 2020  
 
Envie por email
 
 

 
 
 
Medicamentos usados para manter pacientes de UTI sedados acabam em quatro dias no Paraná, diz secretário

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Por G1 PR e RPC Curitiba

 

O secretário de Saúde do Paraná, Beto Preto, afirmou em uma entrevista nesta quarta-feira (22) que alguns medicamentos usados para manter pacientes de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) sedados e entubados vão acabar em até quatro dias. Assista ao vídeo acima.

 

"Quero dizer que estamos no limite da falta de medicamentos pra manter pacientes sedados e entubados. Essa falta não é só no Paraná. Temos estoques de alguns medicamentos para mais três dias, quatro dias", disse.

 

A afirmação foi feita durante um programa da Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp). O secretário não explicou quais nem quantos medicamentos estão em falta. O G1 entrou em contato com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e aguarda retorno.

 

Beto Preto disse que o estoque desse tipo de medicamento que era para durar seis meses foi consumido em 35 dias. "Houve aumento de 500% na demanda", afirmou.

 

Segundo ele, hospitais particulares já pediram ajuda ao governo, que forneceu esse tipo de medicamento. "Apesar de termos leitos, estão faltando medicamentos. A situação está passando de falta para calamidade", apontou.

 

Ainda de acordo com o secretário, o Paraná deve ser incluído em uma operação de compra desse tipo de remédio por parte do Ministério da Saúde com apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). A falta, segundo ele, ocorre em todo o mundo.

 

"É muito grave a situação. Sou obrigado a dizer isso. Conseguimos ventiladores, profissionais, os hospitais nos ajudaram até agora, porém existe uma falta crônica, aguda, de medicamentos para manter cidadãos sedados quando estão entubados", disse.

 

Ocupação de leitos

 

Nesta quarta, a Sesa informou que 1.078 pacientes diagnosticados com Covid-19 no Paraná estão internados, sendo que 833 pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e outros 245 pela rede particular.

Dos pacientes internados pelos SUS, 380 estão em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 453 em leitos clínicos de enfermaria. Já na rede particular são 94 em UTI e 151 em leitos clínicos/enfermaria.

 

O levantamento apontou ainda que há outros 1.109 pacientes, sendo 497 em leitos UTI e 612 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo vírus.

 

Veja, abaixo, a taxa de ocupação de leitos hospitalares SUS exclusivos para pacientes suspeitos ou confirmados de Covid-19:

 

76% dos 1.017 leitos de UTI adulta

51% dos 1.557 leitos de enfermaria adulta

35% dos 49 leitos de UTI pediátrica

33% dos 70 leitos de enfermaria pediátrica

 
 
 
 
     
 

 
 
     
Publicidade

 

 


Portal do vale - desenvolvido por Oberdan.com